17 março 2008

Livro de cabeceira


Foto: Murilo Martins

Ainda fechada você se mostra
Na capa: dura, sem adornos
Uma orelha que tem resumo duvidoso
Mas ainda sim, é o que mais gosto

Eu tenho você antes de durmir
muito embora já tenha lido sua introdução
Me pego lendo-a como se fosse a primeira vez
Pois sempre me faz feliz lembrar o que atraiu

Livro aberto, momentos de beleza
Outros de tristeza
Capítulos inesquecíveis
Sonetos inaudíveis

Adio os finais com o coração a mil
Leio cada frase como se minha vida dependesse disso
E nada mais é estranho
Deixo os novos parágrafos pro dia seguinte
Porque essa noite seu pedacinho meu já rendeu outro sonho

3 co-mentários:

Pensamentos Soltos disse...

Que o sonho seja tão bom quanto o que tive =)

dea disse...

de longe, um dos melhores conselhos que eu já recebi. e ficarei incrivelmente lisonjeada com um post-resposta.

e ai... esses livros de cabeceira...

até mais ler.

« grands ¥eux disse...

termina logo e faça uma nova edição.
com uma introdução em letra de mão.
na sua letra, com a sua mão.

Blogged.com