27 março 2009

Metadentro


Música alta nos fones de ouvido - começo a andar.
Minha vida parece ser um clipe infinto que só cessa quanto aperto o pause do tocador - aumento o volume.
O silêncio interrompe de uma faixa pra outra - atravesso a rua.
Um show visual que insiste em me tirar do meu mundo - mudo de faixa.
Volto pra casa e a única coisa que me acompanha hoje é a minha incerteza e o desejo de ser surpreendido pela música do meu celular me chamando pra sair - tiro a roupa.
Entrego meus desejos e anseios à água quente do chuveiro - deixo o rádio ligado.
Seco meus sonhos, escovo meus dentes e durmo... sem música.

11 março 2009

Guerra fria

Trago a S.I.D.A
Ávida por um corte
Trago a vida
Ácida como a morte

Corre a droga
Cor de fundo
Tomo nota
Tom imundo

Todos têm
De mim dó
Sou mais eu
Enfim só

Blogged.com