29 julho 2009

Recusado

No tempo de sair
nem pude reagir
no tempo de voar
nem pude decolar

Sai do rascunho
Virei forma feita
Abri um vinho
da outra colheita

Prometi a mim mesmo
Abracei meu legado
Recusei de primeira
Mesmo impressionado.

18 julho 2009

Solidez

Chorar não é se demonstrar sensível, mas sensíbilizar o demonstrável.

08 julho 2009

Impedido


Era um pedido de despedida
uma vontade de não ir
duas mãos acenando
uma chuva se armando

Fiz um pedido à nossa senhora
um contrato e uma penhora
pra dizer aos que foram
- Não prolonguem a demora

Fico à espera da volta
comendo aquilo que sobrou
na cabeça descabida
ainda guarda o que sou

Devia mesmo era parar de pedir
não esperar nada de ti
reprimir meu medo de perder
coragem do erro cometer

05 julho 2009

Trivial

Tento tanto até que me tentem
me meto no mito no meio do mato
canto o quanto quero em qualquer canto
visto a veste vasta à vista
ser caro como clero
claro que quero

01 julho 2009

Elástico

Queria fazer um comentário
pôr você no meu inventário
te pegar no conto do vigário
te cantar tal qual canário

Não sei como isso foi aparecer
essa idéia de me esquecer
mas saiba que um dia
de verdade vai acontecer

Olhos de fora me vêm apático
olhos de dentro falam verdade
não quero parecer dramático
mas de você eu tenho saudade

-------------------------------

Escrito graças ao post da Carol :)

Blogged.com