12 agosto 2014

Diretor de si, sem dó

- Faça de conta que você não viu
- Mostre desprezo, mas com um pingo de vergonha
- Avalie-o como se fosse uma pessoa desconhecida, mas você sabe que não é.
- Ame como se fosse a ultima vez. Espera, espera! Melhor! Ame como se você soubesse como é amar pela ultima vez.
- Troque olhares lentamente, demostre interesse.
- Espere mais um pouco, para aumentar a tensão, o desejo, a curiosidade, mas sem estragar.
- Esprema-o até ele pedir misericórdia. Tente não demostrar arrependimento.
- Finja que sabe.
- Reconheça que está errado, mas só com o olhar.
- Não busque ajuda, demostre firmeza.
- Aguente... isso, agora chore.
- Torça o nariz, agora abrace.
- Mostre, esconda. Dramatize. Volte, não olhe. Suma.
- Toque mas não sinta. Diga que gosta.
- Tente aprender e só então esqueça.
- Viva, como se já soubesse.

Blogged.com