11 janeiro 2016

Tic tac

Uma raça que está em todo canto do globo
Que é bonita, que se veste assim como se despe
Vive a vida como se ela fosse durar pra sempre
Comete erros como se eles sempre fossem únicos
Acham que são únicos, mas são
[Só que não]

Vêm e vão
Em alto e bom som
Dizem, aos 4 cantos, o que querem mas não têm
Têm tudo o que não precisam
e precisam se desculpar, pelo não dito, pelo mal feito, pelo oceano, pelo grande engano...

Uma raça que acha
Mas perde também
A humildade, o dia, a noite e o pôr do sol
As palavras, o adeus e o fôlego

Muitas qualidades e muitos defeitos
Muita cidade, muitos prefeitos eleitos
Muita gente, muita mente

Aliás, quem seria eu no meio de tanta evolução?
Se eu soubesse à que estou evoluindo...

Talvez fosse a hora de dar um passo pra trás

.

Blogged.com