19 abril 2011

Locador

E foi assim que ele se encontrou.
Despido, frente a um espelho
Reflexo, sem nexo
Certo de que houve um retrocesso
Errado, era o que queria estar

De trás pra frente, rebobinando
A fita, a vida, o vício, a chance, o lance, a corda e a vez
Vinha de vários lugares as sensações, passadas... de mão em mão
Presente, de Deus

Ele bem que sabia
Nada daquilo lhe pertencia
Nem as sensações, nem as pessoas, nem as roupas
Eram todas emprestadas, com data de entrega e multa
Multa por abusar, ficar demais, absorver

Mas o certo é entregar, se entregar
Não ficar com nada, pois pode ser usado contra você, e assim será
Direitos e deveres
A pena, ficar preso, ao passado

Ele agora estava sem nada
Ele agora se encontrou
Ele, com medo, quis voltar, só que não tinha mais pra onde ir
Ele, agora, sem ter o que agarrar
E só tendo a si mesmo
Agarrou aquele que nunca o deixou
O agora.

15 abril 2011

Dê vida a esse blog


Olá caros leitores deste blog, como vão vocês?

        Este post é direcionado especialmente para você. E obviamente o blog também, como um todo. Este post é para convidar vocês, que lêm este blog com certa frequência (ou não), a comentarem nos textos que público aqui. Quero também que este convite se expanda para os outros blogs que vocês gostam. Como eu sempre disse, a vida de um blog está nos comentários que os leitores deixam nele. Pois desta forma vocês, aí do outro lado da tela, estão interagindo diretamente com o autor.
         Gostaria que percebessem, caso ainda não tenham percebido, que o blog vive disso, dos comentários de seus leitores. Um blog sem comentários é apenas um devaneio no escuro de autor esquizofrênico. Não estamos aqui para falar sozinhos, porque se o quiséssemos, estaríamos com nossos textos guardados ou simplesmente não existiriam. O seu comentário, que muita vezes não deve demorar mais do que um minuto seu, é o combustível, o que dá motivação para mim e para qualquer autor de um blog a fazer novos posts, trazer textos cada vez melhores para vocês. E como saberemos que estes posts estão melhores? Adivinhe?
         Estou deixando um link, no banner acima, que o direcionará a um post que fala muito mais sobre esse assunto e bem melhor do que eu fiz aqui. Espero desta forma estar ajudando você a entender o quão importante é o seu comentário para nós, blogueiros e qualquer pessoa que gere conteúdo seja ela onde estiver.
         Muito obrigado a todos que deram comentários neste blog, por menor que seja o número de comentários o que importa é que você deu sua contribuição, participou com a sua opinião sobre o conteúdo e não somente um comentário automático. Gostaria de dizer que vocês são os grandes responsáveis por ele ainda existir. Continuem comentando, todos são lidos com o mesmo carinho e atenção... e euforia também (porque nada se compara a um email na caixa de entrada avisando que mais um comentário foi adicionado ao blog).

14 abril 2011

Fim.

- Hey, e aí cara?! Quanto tempo hein?
- Opa, que saudade!! Pois é, bastante mesmo. Como você está?
- Bem, e você?
- Também.

Blogged.com