10 julho 2010

Tiro livre indireto

Era pra me sentir sedento, sem ninguém olhar
Mas fiquei isento, pra variar
Tinha um nome comum, mesmo assim vou elogiar
Não era pra eu ter dito isso, não vou negar

Ensaio para não estragar
Ensaio para não atuar
Atuo para não disfarçar
Estrago por não atuar

Viajo para não ver
Não vejo para não viajar
Não viajo para não começar
Começo a não acreditar

1 co-mentários:

Anônimo disse...

Queria ter escrito isso:
"Ensaio para não estragar
Ensaio para não atuar
Atuo para não disfarçar
Estrago por não atuar"
:)

Blogged.com