26 abril 2009

Abertos demais


Mundos diversos
bancos dispersos
um ônibus, uma janela, um bar
outra vida, outro olhar
caso optado
surdo ou calado
fatos de um lado
livros do outro
sinto-me solto
pouco envolto

Dos poros chorei
a culpa do direito
direitos da lei
de tudo que vi
do preço da escolha
seja o for, percebi
que pra consertar os olhos
a gente precisa fechá-los.

1 co-mentários:

Marina disse...

Meus olhos ainda estão quebrados. Talvez seja melhor mesmo eu ir dormir. Chega dessa insônia.

Abraço!

Blogged.com