23 outubro 2009

Do início ao fim






Da vontade, o cansaço
Do bom senso, o lenço
Do amigo, a mão
Do orgulho, escorregão
Uma sombra, dois irmãos

Do afago, a ilusão
Da ternura, obrigação
Do escondido, uma luz
Um céu, dois azuis

Do prazer, a dívida
Do amor, a dúvida
Das minhas às suas
Uma palavra, duas linguas

1 co-mentários:

Renata Peres disse...

Fica assim quietinho, enquanto encosto a boca ao teu ouvido e te conto um segredo:
"nós somos capazes de tudo. e de nada. a nós, a decisão."

Blogged.com