07 julho 2008

Palavra Chave: Capital


Uns compram livro
Livros compridos tão pouco lidos
Outros são mais radicais
Radicais livres comprimidos querendo ser engolidos
Os dois engordam uma ideologia
Os dos livros e os livres

Sentados sem ato
Cem atados
Um vai ao lado
O outro alado

E tem a peça branca que vem com traje fino
Olhos aos pés da letra
Na balada do assaz sino
É a vez das pretas!

Uma via sem volta
A outra nem queria olhar, mas sabia
Que lá no fundo, dos fundos
Fosse o que fosse
Fossa o que fossa
Era tudo vendado
Era tudo vendido

1 co-mentários:

Pensamentos Soltos disse...

Sendo bancária, prefiro não comentar.

Blogged.com