14 outubro 2007

Quando? Onde?



Escrevo pra esquecer
O que até agora tinha sido um sonho
Espero o inesperável
Reitero o que é infalível

O lado de cá ficou mais preto e branco
Fiz um pedido, mas não tenho gênio
Procurei mais uma vez
E só achei o meu receio de estar certo
De talvez não te ter mais por perto

Por enquanto eu vou arrumando a sala
E regando o meu jardim
Mas no entanto ainda sou só eu
E você... só você

0 co-mentários:

Blogged.com